A Natureza como modelo na construção de Casas Ecológicas, Habitats Sustentáveis, Tecnologias Vivas e Comunidades Sustentáveis.

Nature as the model for the construction of Ecological Houses, Sustainable Habitats, Living Technologys and Sustainable Communities.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

081121 – Lagoa multifuncional 1 (clique para ver as imagens)



Dando seqüência ao desenvolvimento de “ecotecnologia de tratamento biológico de efluentes domésticos com reuso de águas” (tema da dissertação de mestrado), trabalhando com as águas cinzas, resolvemos aperfeiçoar o processo da Lagoa Multifuncional 1: do tambor de acumulação e distribuição instalado logo após o filtro, uma mangueira faz agora a ligação com pequeno lago multifuncional associado a pequeno brejo (compare a instalação da 080922 – Lagoa multifuncional e seu entorno com o estado atual da mesma, dois meses depois).
A função do brejo é abrigar plantas e microrganismos associados a suas raízes funcionando como mais um filtro das águas cinzas que chegam ao sistema. Anexo ao mesmo um pequeno lago abriga agora aguapés e agrião bravo cujas raízes continuam o processo de filtragem e quebra dos nutrientes presentes na água.
Sistema melhorado a partir da primeira wetland construída, esse já não utiliza pedras ou concreto, apenas tijolos sem argamassa e plástico como impermeabilizante. O sol contribui com raios ultravioleta para o saneamento do sistema.
Sapo e rã já visitam e moram no sistema, o que nos dá indicação de que o mesmo está evoluindo bem. Recentemente (três semanas atrás) colocamos peixes na Lagoa Multifuncionais 2 (extensão dessa primeira) com objetivo de realizarem o controle biológico de larvas diversas, principalmente mosquitos. O receio inicial era a pouca disponibilidade de oxigênio o que levaria à morte dos peixes, o que não aconteceu. Como os peixes vão “indo bem, obrigado”, há três dias fiz o “transplante” de quatro indivíduos (três tilápias e um lambari) para a Lagoa Multifuncional 1, que achava tinha menos oxigênio que o sistema 2, uma vez que o mesmo recebe a carga inicial de águas cinzas. Como estão indo bem também, concluo que o sistema como um todo está evoluindo a contento. Em dezembro iniciamos a coleta e análise dessas águas para aferir indicadores de qualidade como DBO, DQO, sólidos suspensos, etc.

Um comentário:

Angela disse...

É bonito ver toda essa cooperação do mundo natural pela vida...

Citando Lynn Margulis:

- O processo da vida se deu por cooperação e não por competição!
A vida é uma interdependência incrivelmente complexa de matéria e energia entre milhões de espécies fora (e dentro) de nossa própria pele. Esses estranhos da Terra são nossos parentes, nossos ancestrais,e parte de nós. Não sobrevivemos sem "o
outro”.