A Natureza como modelo na construção de Casas Ecológicas, Habitats Sustentáveis, Tecnologias Vivas e Comunidades Sustentáveis.

Nature as the model for the construction of Ecological Houses, Sustainable Habitats, Living Technologys and Sustainable Communities.

domingo, 8 de março de 2009

081127 - Eco Business Show 2008 (clique par aver as imagens)



Em novembro participamos do Ecobusiness Show, trabalho importantíssimo, o primeiro, tratando de questões de sustentabilidade com público variado, empresas, ONGs. A visão que as empresas e empresários tem de sustentabilidade é ainda bastante centrada na sustentabilidade econômica e não em uma visão de mundo sustentável, em que o econômico é parte e não finalidade. Mas estamos evoluindo, não é mesmo?
Abaixo alguns dos participantes e seus cases:

 Fundação Clinton – trouxe experiências mundiais em transporte por corredores de ônibus, muito mais eficientes e baratos que metrôs.
 Cenbio – Centro Nacional de Referência em Biomassa, com a experiência do desenvolvimento de transporte de massa (ônibus) utilizando biocombustíveis.
 Bike Socorro – iniciativa da Seguradora Porto Seguro adotando bicicletas para atendimento mecânico em regiões da capital paulista.
 Cidade de Campinas – apresentando o Plano Diretor do município.
 Wisewood – empresa dedicada a produção de madeira plástica para diversos usos.
 Nemus – gestão florestal com o plantio de milhares de hectares de eucalipto e teca em regiões do Mato Grosso.
 Subprefeitura de Perus – melhorias socioambientais na região financiadas por verbas oriundas da venda de créditos de carbono do Aterro Bandeirantes.
 Cogerar – energia elétrica a partir da queima de resíduos agrícolas, cama de aves e suínos, com projeto de usina geradora de 34,7 MW a partir de 2010.
 Vitalux – a empresa investe em outras empresas e órgãos governamentais modificando sistemas de energia elétrica e água visando a redução do consumo que, em alguns casos, chegou a 50%, sendo o pagamento pelos serviços feito sobre percentual da economia gerada. O mercado residencial (que não é foco da empresa) é tido como um grande mercado a ser explorado.
 Serasa – disponibiliza aos associados indicadores de sustentabilidade que permite às empresas avançar no setor.
 Secretaria do Verde e Meio Ambiente – elaborou leis e normas para utilização de agregados reciclados da construção civil; exigência de documento de origem florestal para móveis e madeiras adquiridas pelo poder público municipal; exigência de aquecedor solar em residências de alto padrão (objetivo de incentivar a produção em escala, barateando o custo ao longo do tempo).

Um comentário:

Anônimo disse...

Solar eneragy is the future for the world.
[url=http://www.solarcourses.org/]solar generators[/url]